Qual é a importância do Pará no Comércio Exterior brasileiro?

Em 2021, o Pará alcançou a quarta colocação no ranking dos estados que mais exportaram, sendo responsável por 10,55% de tudo o que o país exportou. Dentre os importadores, no entanto, o estado ficou na 17ª colocação. Mas afinal, o que o Pará exporta de tão relevante e por que há essa grande diferença?

Sobre o estado

Localizado na região Norte do Brasil, o Pará possui uma população de cerca de 8,7 milhões de habitantes, sendo o mais populoso do norte e a nona maior população do país. O estado faz divisa com o Amazonas, Roraima, Amapá, Maranhão, Tocantins e Mato Grosso, além do Suriname e da Guiana.

Além disso, o estado possui a segunda maior área do Brasil, são 1.245.870,798 km², ficando atrás do Amazonas, apenas. O Pará tem o maior Produto Interno Bruto (PIB) da região norte e o 11º maior do Brasil.

Quanto à infraestrutura paraense, é inevitável notar a importância dos rios para o transporte de pessoas e cargas, fazendo com que o estado tenha mais de 100 portos marítimos e fluviais, além disso, os modais rodoviário e ferroviário também são muito importantes para o escoamento da produção local, sendo as rodovias Belém-Brasília e a ferrovia Carajás as mais importantes para a economia local.

Na geração de energia, o Pará é um importante centro de produção no Brasil, estando presentes nele as hidrelétricas de Belo Monte, Tucuruí, Teles Pires, São Manoel e Jari.

Exportações e importações paraenses

As exportações do estado são de extrema relevância para a nossa economia, sendo o minério de ferro o produto mais importante da região. No ano passado, o Pará só ficou atrás de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais no ranking dos estados que mais exportaram.

O minério de ferro foi o produto que o Brasil mais exportou no ano passado, sendo responsável por 15,9% da nossa pauta exportadora, gerando uma receita de US$44,7 bilhões, alta de 73,2% se comparado ao ano de 2020. Desse montante, o Pará foi responsável por 55,1% dos embarques, Minas Gerais, na segunda colocação, por 32,2% e o Espírito Santo por 7,72%.

Além do minério de ferro, que é responsável por mais de 70% dos embarques internacionais do Pará, o estado também exporta, em quantidades bem inferiores, minérios de cobre, alumina, soja e carne bovina. Dos US$29,5 bilhões em exportação no ano passado, US$21,8 bilhões foram apenas de minério de ferro e seus concentrados, sendo a China o principal destino desses itens (57% de participação) e demais países como Malásia, 7,4%, Japão, 4,6%, Alemanha, 2,6%, Noruega, 2,3% e Estados Unidos, com 2,2%.

Nas importações, que somaram US$1,54 bilhão no ano passado, produtos da indústria de transformação se destacaram, como adubos e fertilizantes químicos, óleos combustíveis de petróleo, elementos químicos inorgânicos, equipamentos de engenharia civil, veículos para transporte de mercadorias, dentre outros.

Iara é graduada em Relações Internacionais e Comércio Exterior. Produtora de conteúdo na página ComexLand com experiência de mercado na área comercial, de logística e importação.

Iara Neme

Graduada em Relações Internacionais e Comércio Exterior. Produtora de conteúdo na página ComexLand com experiência de mercado na área comercial, de logística e importação.

adana eskort - eskort adana - mersin eskort - eskort mersin - adana eskort bayanadana eskort - eskort adana - mersin eskort - eskort mersin - adana eskort bayan