Ano Novo Chinês – O Ano do Tigre

A China dá início hoje, 1º de fevereiro, às comemorações do Ano Novo Chinês, que diferentemente da nossa cultura, possui data flexível que varia ano a ano de acordo com as fases da lua e a posição do sol, começando com o nascer da segunda lua nova após o solstício de inverno (21 de dezembro), podendo acontecer entre os dias 21 de janeiro e 20 de fevereiro. No ano passado, por exemplo, o ano chinês teve início em 12 de fevereiro, e em 2020, as comemorações se iniciaram no dia 25 de janeiro. No dia 15 de fevereiro serão encerradas as festividades do ano novo dando início ao festival das lanternas, que marca a chegada da lua cheia. Este já é o ano 4720 no calendário da China.

Além da data, outra peculiaridade é a questão dos animais do zodíaco representados a cada ano, sendo doze, que se intercalam entre Rato, Boi, Tigre, Coelho, Dragão, Serpente, Cavalo, Carneiro, Macaco, Galo, Cão e Porco (ou Javali). Este ano, o animal que representará o ano é o tigre, e os nascidos neste ano possuirão características relacionadas à coragem, competição e força, segundo as tradições milenares.

Acredita-se que essas comemorações do Ano Novo Chinês tenham surgido ainda no século 14 antes de Cristo, quando a dinastia Shang governava o território chinês, e ano a ano as tradições são relembradas com muita festa, celebrações na rua, decorações, culinária típica e reuniões familiares. Uma das tradições típicas é a dança do dragão, que é um símbolo chinês de poder e boa fortuna, nessa apresentação, uma fila de pessoas forma um longo boneco decorado e eles desfilam pelas ruas, sendo um dos principais destaques da festa.

Apesar dos gargalos na logística internacional causados por esse período de festividades, devido a paralisação ou redução das atividades de diversas fábricas, portos e aeroportos, o ano novo chinês é de extrema importância para a economia local que segundo dados do comércio chinês, os consumidores locais gastam cerca de 820 bilhões de yuans em compras e refeições.

Como outros países asiáticos celebram o Ano Novo?

Apesar do Ano Novo Chinês ser o mais conhecido internacionalmente pela sua grandeza e tradição histórica milenar, sendo comemorado até mesmo em diversas cidades espalhadas pelo mundo que possuem imigrantes, como São Paulo, Nova Iorque e Manchester, outros países asiáticos também possuem fortes tradições de ano novo, sendo essa época uma das mais importantes em suas respectivas culturas.

No Vietnã, este dia é chamado de Tet Nguyen Dan, mais conhecido por seu nome curto do “Tet”, que significa Festival da Primeira Manhã do Primeiro Dia, as pessoas limpam suas casas e decoram com flores típicas como a flor de pêssego que representa energia e o kumquat, para prosperidade além das danças de leões que passam pelas ruas.

Na Coreia do Norte e do Sul, é celebrado o Seollal, que dura três dias e as famílias servem comida a seus ancestrais em um ritual chamado de Charye, recebendo bênçãos para o novo ano.

Na Mongólia, acontece o Tsagaan sar, ou Festival da Lua Branca, onde eles rezam em pilhas de pedra usadas como altar (os ovoos).

Iara é graduada em Relações Internacionais e Comércio Exterior. Produtora de conteúdo na página ComexLand com experiência de mercado na área comercial, de logística e importação.

Iara Neme

Graduada em Relações Internacionais e Comércio Exterior. Produtora de conteúdo na página ComexLand com experiência de mercado na área comercial, de logística e importação.

adana eskort - eskort adana - mersin eskort - eskort mersin - adana eskort bayanadana eskort - eskort adana - mersin eskort - eskort mersin - adana eskort bayan