Brasil e Rússia – qual é a relação entre os dois países?

Devido aos recentes conflitos envolvendo a Rússia e a Ucrânia, que segundo especialistas podem ser a gota d’água para o início de uma guerra mundial, a Rússia é o país que mais está em evidência no cenário internacional dos dias atuais, com diversos olhares voltados para o ataque que pode ocorrer a qualquer momento no território ucraniano. Nesse conflito, o Brasil deixou claro nas últimas semanas que defende a solução diplomática do conflito, sendo contra qualquer ataque militar.

Sendo assim, vamos falar hoje sobre as relações diplomáticas e comerciais entre o Brasil e a Rússia desde o início das relações, ainda no século XIX, quando a Rússia formalizou os laços diplomáticos com o Brasil no dia 3 de outubro de 1828. Anos depois, em 1876, Dom Pedro II chegou a fazer uma visita ao país. Mais adiante, já no século XX, a relação entre o Brasil e a União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS) sofreu diversas turbulências por diferenças ideológicas.

Visitas oficiais

No final de 1991, o Brasil foi um dos primeiros países a reconhecer a Federação da Rússia como o sucessor legal da União Soviética. Desde então, a relação entre eles é caracterizada por bons momentos de negociação e contatos diplomáticos.

Em novembro de 2004, Vladimir Putin, visitou o Brasil pela primeira vez e no ano seguinte, o então presidente do Brasil, Lula, retribuiu a visita indo até Moscou, quando ocorreu a assinatura do “Plano de Ação da Parceria Estratégica”.

Em 2008, em comemoração aos 180 anos do estabelecimento das relações diplomáticas Brasil x Rússia, foi celebrado o Acordo de isenção de vistos para viagens curtas. Em 2012 e 2015, Dilma Rousseff chegou a visitar a Rússia, participando da VII Cúpula do BRICS em Ufá e em 2014, o presidente russo, Vladimir Putin, visitou o Brasil para participar da VI Cúpula BRICS.

Em 2017, Michel Temer também visitou o país e assinou uma série de atos para ajudar no desenvolvimento das relações bilaterais. E recentemente, o atual presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, se encontrou com Putin em Moscou, mesmo diante do atual conflito, o que gerou uma grande repercussão internacional, mesmo que a visita não tenha tido nenhuma relação com a tensão entre a Rússia e a Ucrânia.

Importações e exportações

No ano passado, os adubos e fertilizantes químicos foram os principais produtos importados pelo Brasil, tendo esses itens a participação de 6,9% na nossa pauta importadora. Dos mais de US$15 bilhões e 41 milhões de toneladas importados, a maior parte, 23%, veio da Rússia, que foi o sexto país no ranking de importações brasileiras em 2021.

Já nas exportações, o país ficou na 36ª colocação, gerando um saldo negativo para o Brasil, já que as importações superaram as importações. Se comparado ao resultado de 2020, o Brasil aumentou as importações de produtos russos em mais de 100%, alcançando US$5,7 bilhões.

Além dos fertilizantes, amplamente utilizados no agronegócio brasileiro, o Brasil também importou carvão, óleos combustíveis de petróleo, alumínio e prata da Rússia, porém, em quantidades bem menores.

Quanto às exportações, que no ano passado somaram US$1,56 bilhão, a soja foi o principal produto brasileiro enviado para a Rússia, com 22% de participação, seguida de carnes de aves, café, amendoins, açúcar e carne bovina, com 11%, 8,4%, 2,2%, 8,0% e 7,3% de participação, respectivamente.

BRICS

Um dos projetos mais importantes envolvendo o Brasil e a Rússia é o BRICS, que consiste em um agrupamento econômico atualmente composto por cinco países, sendo a inicial de cada um deles, a letra da sigla: Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul.

Ao contrário do que muitos pensam, a Rússia não é um bloco econômico, mas um agrupamento de países emergentes formado em 2001 que desde então possuíam forte potencial econômico para superar as principais potências mundiais em um período de até meio século. O BRICS detém hoje cerca de 21% do PIB mundial e 42% da população.

Iara é graduada em Relações Internacionais e Comércio Exterior. Produtora de conteúdo na página ComexLand com experiência de mercado na área comercial, de logística e importação.

Iara Neme

Graduada em Relações Internacionais e Comércio Exterior. Produtora de conteúdo na página ComexLand com experiência de mercado na área comercial, de logística e importação.

adana eskort - eskort adana - mersin eskort - eskort mersin - adana eskort bayanadana eskort - eskort adana - mersin eskort - eskort mersin - adana eskort bayan