Paraná – Confira a importância do estado nas nossas importações e exportações!

Dando sequência à nossa série sobre a participação de cada estado no comércio exterior brasileiro, hoje iremos falar do Paraná, estado de extrema relevância na nossa economia e que possui um dos portos mais movimentados do Brasil, o de Paranaguá.

Sobre o estado

O Paraná possui o quinto maior Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil assim como a quinta maior população, com cerca de 11,5 milhões de habitantes. Localizado na região sul do Brasil, o estado faz fronteira com São Paulo, Mato Grosso do Sul e Santa Catarina, além do Paraguai e da Argentina. O Paraná possui também uma grande relevância na geração de energia elétrica do país, sendo o maior fornecedor através da usina hidrelétrica de Itaipu localizada na fronteira entre a cidade de Foz do Iguaçu com o Paraguai.

Paraná e o Comércio Exterior brasileiro

Em relação à participação nas importações e exportações brasileiras, o Paraná foi o quarto estado brasileiro que mais importou produtos no ano passado, representando uma fatia de 7,74%. No ranking dos principais exportadores, o estado ocupou a sétima colocação, uma parcela de 6,8% do total.

Segundo os dados divulgados pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), no primeiro bimestre deste ano, o estado já aumentou em 45% as exportações em relação ao mesmo período de 2021, sendo a China, os Estados Unidos e a Argentina os principais destinos, com 18%, 10% e 6% de participação, respectivamente. Dos produtos exportados, os principais destaques foram as carnes de aves, a soja, os farelos de soja e outros alimentos para animais, papel, madeira, celulose e açúcares.

As importações já acumulam alta de 21,1% no período, alcançando US$2,9 bilhões neste primeiro bimestre. A China é a principal fornecedora de produtos para o Brasil, com 34% do total, em seguida, os Estados Unidos, com 11%, Alemanha, Rússia e Paraguai, com percentuais de 4,3%, 3,4%, 2,9% e 2,8%. Produtos da indústria de transformação são os principais destaques da pauta importadora paranaense, como adubos e fertilizantes químicos, que ocupam o topo do ranking e são essenciais para o agronegócio, óleos combustíveis de petróleo e acessórios de veículos automotivos e suas partes.

Portos paranaenses

O Porto de Paranaguá, localizado na cidade com o mesmo nome, foi fundado em 1935 e é hoje o terceiro maior porto do Brasil, ficando atrás de Santos e Itajaí, apenas, além de ser o mais importante na movimentação de grãos no país, que são um dos principais produtos da nossa nossa pauta exportadora. Além dos grãos, também é um importante hub no sul para a movimentação de sal, madeira, automóveis e fertilizantes.

Mês a mês, Paranaguá vêm registrando recordes de movimentação de cargas e novos investimentos estão fazendo com que o porto tenha cada vez mais relevância no comércio exterior brasileiro. Em janeiro deste ano, o terminal movimentou 4,1 milhões de toneladas dos mais diferentes tipos de cargas, sendo o melhor janeiro da história.

Além de Paranaguá, o Paraná também possui o Porto de Antonina, que na década de 1920 foi considerado um dos maiores do país nas exportações, ele oferece dois terminais portuários (Barão de Teffé e Ponta do Félix) e garante agilidade em diversas operações que são iniciadas em Paranaguá, que fica a cerca de 50 km do local. As principais cargas que passam por Antonina são congelados, minérios de ferro e fertilizantes.

Iara Neme

Graduada em Relações Internacionais e Comércio Exterior. Produtora de conteúdo na página ComexLand com experiência de mercado na área comercial, de logística e importação.