Quais as principais tendências do Comércio Exterior para o próximo ano?

Os últimos meses do ano representam um período essencial para o planejamento das empresas com foco no ano seguinte, fazendo o balanço do ano que se encerra e visando as metas para o ano que sucederá, com planos para que essas metas possam ser atingidas. No comércio exterior não poderia ser diferente, então após analisar os setores que mais se destacaram em 2021 e a demanda global crescente por alguns setores específicos, trouxemos alguns pontos que os importadores e exportadores brasileiros podem se atentar para garantir um bom volume de negócios em 2022.

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulgou recentemente um estudo para o próximo ano, projetando um superávit recorde de US$58,9 bilhões na balança comercial, registrando assim alta de 17% em relação a 2021, com avanço de 33% nas exportações e de 16,9% nas importações, ou seja, o mercado está com tudo e há espaço para todos que ainda pensam se vale a pena ou não importar e/ou exportar.

Um ponto positivo para o Brasil é em relação ao avanço da desburocratização dos processos, pudemos acompanhar nos últimos anos a evolução da digitalização dos processos, da abertura econômica e de medidas que facilitam o trabalho de importadores e exportadores como o lançamento do Portal Único Siscomex e a utilização da Declaração Única de Exportação e de Importação (DU-E e Duimp) e a tendência é que o Comércio Exterior brasileiro continue nesse ritmo e se torne cada vez mais simples e eficiente, eliminando etapas que não contribuam para a agilidade dos processos.

Itens tradicionais da nossa pauta exportadora como o minério de ferro, a soja e o petróleo, que são responsáveis por quase 50% de tudo que exportamos, continuarão em alta devido a demanda mundial por esses insumos e a entrada do Brasil em novos mercados. Além disso, itens relacionados à tecnologia, ao agronegócio e à energia solar também poderão se destacar nas importações e exportações mundiais devido ao novo estilo de vida que vem ganhando cada vez mais força: a busca pelo desenvolvimento sustentável, energia limpa e tecnologias que permitam isso.

E o coronavírus?

Após dois anos inteiros marcados pelos malefícios trazidos pela pandemia de Covid-19, o avanço da vacinação está permitindo uma abertura de mercado, no entanto, esperava-se que 2022 pudesse ser marcado oficialmente como sendo o ano da retomada global, mas com o surgimento de algumas variantes do vírus, profissionais da saúde temem que uma nova onda possa forçar novas medidas de isolamento, como já vem acontecendo em alguns países da Europa.

Iara é graduada em Relações Internacionais e Comércio Exterior. Produtora de conteúdo na página ComexLand com experiência de mercado na área comercial, de logística e importação.

Iara Neme

Graduada em Relações Internacionais e Comércio Exterior. Produtora de conteúdo na página ComexLand com experiência de mercado na área comercial, de logística e importação.

adana eskort - eskort adana - mersin eskort - eskort mersin - adana eskort bayanadana eskort - eskort adana - mersin eskort - eskort mersin - adana eskort bayan